tecnicas-de-pintura-a-oleo

Técnicas de pintura a óleo – O que podemos aprender com os grandes nomes das artes

Nada melhor do que aprender com os melhores, não é mesmo? Quando podemos aproveitar o caminho de quem fez sucesso devemos fazer e cortar caminho para evitar erros iminentes. A área das artes plásticas e da pintura a óleo é composta por duas partes importantes: o conhecimento tácito e o conhecimento adquirido.

O conhecimento tácito é absorvido e acumulado ao longo do tempo, de acordo com as experiências. Quanto mais tempo de estrada, mais conhecimento tácito. Por isso é importante sempre praticar e variar os trabalhos no portfólio. O conhecimento adquirido é aquele que podemos comprar através de um livro e um curso. Esse é mais fácil de conseguir e mais rápido de absorver.

O conhecimento vindo das lendas das artes são conhecimentos adquiridos, mas a sua otimização ocorre de acordo com o conhecimento tácito de cada um na hora de interpretar e colocar em prática as dicas. O mesmo acontece nas informações dos livros e cursos. Quando aprendemos algo novo e já temos alguma experiência é comum ocorrer uma absorção mais rápida e uma adaptação melhor do conteúdo aprendido para as nossas necessidades. O contrário ocorre quando estamos iniciando em uma nova vertente. É preciso persistir até conseguir.

Portanto, use os ensinamentos de acordo com o seu estado atual. Caso seja um iniciante tenha em mente que elas não são magicas a ponto de transformar a qualidade da pintura em algumas horas. É preciso prática e uma reflexão interna, e com isso o desenvolvimento irá ocorrer.

  • Leonardo da Vinci

Um dos maiores de todos os tempos e um dos artistas mais conhecidos, Leonardo da Vince tinha como característica marcante sua sede por conhecimento, tanto que além de artista era músico, matemático, cientista e engenheiro. Sua curiosidade e busca pelo novo era impressionante.

  • Kandinsky

Com Wassily Kandinsky podemos aprender o desenvolvimento do lado teórico e do lado prático também. O pintor e escrito cursou Direito, Economia e Política além de emitir publicações sobre arte.

  • Michelangelo

Considerado um dos maiores de todos os tempos, de Michelangelo podemos lembrar o detalhe e o acabamento em suas obras. Era um artista muito detalhista e suas obras tinha uma enorme riqueza de detalhes o que valorizava e muito seus trabalhos.

  • Renoir

As obras de Pierre-Auguste Renoir emitiam uma forte simplicidade e um descompromisso genuíno que dava o tom apaixonante em sua obra. Suas pinturas eram tão alegres e emocionantes quanto a sua simplicidade.

  • Picasso

Considerado um dos artistas mais importante do século XX, o espanhol Pablo Picasso tinha uma vertente inovadora e de ruptura muito aguçada. Abandonou a fase poética e começou com o movimento artístico chamado cubismo.

  • Matisse

O pintor francês era guiado por um método de criação dele mesmo onde ele abordava cada elemento que compõe a obra de forma separada. O desenho, a cor e a composição era os fatores. Devemos sempre ter uma visão do todo, mas também saber separar cada elemento que compõe uma obra e conseguir enxergar o micro.

  • Dalí

De Salvador Dali podemos absorver sua capacidade de promoção de sua própria figura e de suas obras. Era um grande artista que sabia como ninguém ser uma figura distinta dos demais e um grande showman.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *